Internet com limitação de tráfego (Speedy)
Site Original: http://www.teleco.com.br/comentario/com15.asp

EnqueteTeleco
Como você gostaria de pagar por acesso a Internet em banda larga?

Realizada entre 7 e 14/09/03. Votantes: 44

Resultados de Enquetes do Teleco:

Speedy

A mudança anunciada recentemente pela Telefonica com os novos planos para o acesso banda larga ADSL (Speedy) introduzindo a cobrança por volume de tráfego parece estar na contra-mão do que os clientes desejam.

Na realidade, os novos usuários do speedy passarão a estar sujeitos a uma limitação na sua taxa de transferência mensal de dados sem nenhuma vantagem em termos de custo como se pode observar na tabela a seguir. Velox e Turbo oferecem acesso ilimitado.

Custo mensal em R$ 300 kbit/s 450 kbit/s 600 kbit/s
Telemar Velox* 63,55 - 129,00
Brasil Telecom Turbo 79,90 - 99,00
Telefonica Speedy 71,90 97,90 159,90
Limitação speedy 3 Gb 10,5 Gb 15 Gb

* As velocidades são 256 e 512 kbit/s.

Aos valores da tabela devem ser acrescidos os custos do provedor de acesso com valores a partir de R$ 19,90 mensais.

Os mais prejudicados com esta mudança são os chamados "heavy users", aí incluídos os profissionais autônomos e as pequenas empresas que utilizam a Internet como ferramenta de trabalho.

As alternativas para um "heavy user" não são muitas. Para quem precisa de uma conexão permanente a internet "always on" o custo de uma conexão discada é muito alto pois o pagamento é feito por minuto de chamada telefônica. A opção por uma conexão Banda Larga passa pelas seguintes alternativas:

ADSL

Principal alternativa de acesso Banda Larga no Brasil e no mundo. Utiliza a rede telefônica.
Cable Modem Alternativa predominante nos Estados Unidos onde existe uma extensa rede de TV a cabo.
Outras

Existem ainda algumas alternativas com cobertura limitada de usuários como no caso da internet via Rádio.

No Brasil, devido a penetração limitada das redes de TV a cabo, cerca de 80% das conexões Banda larga são feitas via tecnologia ADSL. A tabela a seguir exemplifica estes números para os principais provedores.

  2002 Jun 2003
Telemar 49.920 82.260
Brasil Telecom 140.700 194,800
Telefonica 333.280 383.170
TV a Cabo 135.000 156.000
Total 658.900 816.000

Fonte: Operadoras e ABTA

Anatel

Desta forma, as concessionárias de Telefonia local, proprietárias da rede de acesso de pares de fios telefônica estão em condições privilegiadas para exercer um poder quase que monopolista em relação a oferta de acesso a internet via ADSL no Brasil. Os altos custos e o acréscimo cobrado pelo maior volume de tráfego no caso do Speedy podem resultar numa limitação do crescimento da Internet Banda Larga no Brasil, aumentando a exclusão digital e prejudicando o crescimento do país. 

A questão que se coloca é se na ausência de condições para competição no provimento do ADSL, como unbundling, não caberia a Anatel regulamentar este tipo de serviço de modo a garantir planos com acesso ilimitado e custos adequados?

Comente.

Para enviar um comentário clique em: teleco@teleco.com.br

Comentário recebido pelo Teleco

Tenho uma conexão Speedy Home "antiga", sem limite de tráfego, assinei esse serviço pois sempre quis ouvir rádios on-line, além de poder navegar mais rápido, claro.

Como passo em média umas 10 horas por dia no computador, pois além de trabalhar via internet, eu tenho 2 sites com manutenções constantes e claro, sempre tem um tempo pros jogos on-line...

...a quantidade de dados que foram "downlodeados"(recebidos) em meu computador, durante 4 horas ouvindo uma rádio on-line: 134Mb

134 / 4 = 33,5Mb (por hora) X 10 = 335Mb (por dia) X 30 dias = 10Gb(por mês)

...e isso apenas para rádios on-line, tem vídeos on-line, sites em Flash, pois creio que a tal falada BANDA LARGA é para isso, não? ...para podermos acessar conteúdos que via linha discada são "inviáveis".

Comentário de Rogério Machado Lima

No Japão o "Unblunding" é realidade, Lá a proprietaria dos cabos e fios telefonicos a NTT dmoco aluga sua rede a diversas operadoras de ADSL., que concorrem entre si na oferta desse serviço ao usuario final A qualidade do ADSL oferecido no Japão é muito superior a que é oferecia aqui no Brasil. O preço é mais em conta.